fbpx

A direção assistida trata-se de uma assistência ao condutor que lhe permite manobrar a direção sem muito esforço, algo que por vezes requer uma força excepcional sem esse sistema.

Surgimento

O primeiro sistema de direção assistida, ao que tudo indica foi no ano de 1876, e o apelido Fitts pertence provavelmente ao primeiro condutor que fez a instalação desse sistema. Em 1900, Robert E. Twyford incluiu um sistema de direção assistida mecanicamente na patente 646.477 dos Estados Unidos da América.

Mais tarde a necessidade em mover grandes e pesados caminhões sem ficar cansado pelo esforço já do campo de batalha, estimulou a tecnologia para em 1951 fosse introduzido o primeiro sistema de assistência hidráulica denominado “Hydraguide”.

Os primeiros mecanicismos de direção assistida são o hidráulico, o eletro-hidráulico e o elétrico, são os mais generalizados e os que melhor conseguem reduzir o esforço do condutor na altura de manobrar a direção.

Direção hidráulica

O sistema hidráulico funciona através de uma bomba hidráulica para circular óleo na caixa de direção. Isto reduz o esforço do motorista no uso do volante.

A caixa da direção é dividida em duas câmaras por um pistão. Quando o motorista gira o volante, uma válvula libera óleo na caixa de direção e a bomba circula o fluído hidráulico, movimentando o pistão.

A lubrificação faz com que a direção fique até 80% mais leve que uma direção mecânica.

Direção eletro-hidráulica

No caso eletro-hidráulico, a bomba movida pela correia é um motor elétrico, e a vantagem é que este nem sempre está em funcionamento. Outra vantagem é a fiabilidade que advém da junção dos dois sistemas, embora nos momentos em que não se realizam manobras, a direção assistida fique suspensa (o que evita o desgaste do mecanismo).

No que diz respeito aos carros pequenos, a direção assistida atual é a elétrica. Além de prevenir a ocorrência de danos corporais caso se perca o contacto, é uma direção mais sensível e eficiente, que reduz o número de elementos mecânicos.

Direção elétrica

A direção elétrica é um sistema elétrico independente do motor, que auxilia o motorista diminuindo o esforço para virar o volante e fazer manobras.

Esse sistema possui um motor elétrico, que é ativado quando sensores identificam que o volante está se movimentando. Esse motor auxilia no movimento, exigindo menos força do motorista.

Vantagens da direção assistida

  • Manutenção mais barata
  • Oferece mais controle ao motorista, se comparado com o sistema elétrico
  • Oferece uma melhor comunicação com o carro, dando maior feedback da tração do pneu e do peso do veículo

Principais desvantagens

  • Reduz potência do motor e quilometragem de combustível
  • Não pode ser instalado, esse sistema é de fábrica
  • Necessita de mais manutenções, por causa do fluido hidráulico

Torna-se interessante o fato de existirem diversos modos de assistência à direção, proporcionando mais conforto e segurança, uma vez que em velocidades baixas é necessário realizar mais manobras e se faz grande utilidade da direção assistida.

E ai curtiu esse post?