6 2

Setembro Amarelo e cuidados mentais: o que é suicídio?

Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio e de cuidados mentais que acontece anualmente. Começando do início: suicídio não é simples! A gente te ajuda a entender a seguir.

O que é o suicídio?

Suicídio significa voluntariamente tirar sua própria vida. A mente de um suicida busca, através deste ato, pôr um fim à sua dor e sofrimento. O suicídio não discrimina, ou seja, ele pode acontecer na vida de qualquer pessoa.

Quem são as pessoas mais suscetíveis ao suicídio?

Pessoas que já tentaram cometer suicídio no passado; histórico de depressão ou questões mentais; transtorno por uso de álcool; histórico familiar tanto de transtorno mental como de uso de substâncias químicas; histórico familiar de suicídio; violência familiar seja por abuso sexual, físico ou verbal; dor crônica; contextos de estresse como dificuldades financeiras, falecimento de um ente querido, término de relacionamentos, grupo de faixa etária entre 15 e 24 anos, e idosos.

É importante frisar que dentro de consultórios psicológicos e psiquiátricos, este fenômeno do comportamento suicida é também complexo e difícil de ser abordado; entretanto, deve ser muito mais debatido e vivenciado do que nas rodas de família, nas escolas, nas faculdades, em ambientes corporativos e etc.

Vivemos em uma sociedade atual voltada para espaços onde erros, tristezas ou dores não devem existir. Desde novos, crianças são levadas a viver o caminho do sucesso, e com essa reprodução  constante em diversos núcleos familiares, onde fica o espaço para o acolhimento? Como as crianças e os jovens adultos irão atender a estas expectativas sem a ver sequer afeto para seus medos?

Muitos, se refugiam em depressão, e por vezes, precipitam-se a um ato suicida. O suicídio é uma busca do sujeito de se livrar desta angústia por não se sentir capaz de atender às demandas da sociedade. Falar sobre suicídio é falar sobre a vida também, e por isto, separamos algumas reflexões para tentarmos lidar, conversar e ampliar nossas perspectivas sobre o assunto.

O que é o movimento Setembro Amarelo e o CVV?

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).

A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa. 

CVV: Como vai você? O CVV é uma das ONGs mais antigas do país. Fundado em São Paulo em 1962, atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio por meio do telefone 188, e também por chat, e-mail e pessoalmente. É membro fundador do Befrienders Worldwide e ativo junto ao IASP (Associação Internacional para Prevenção do Suicídio), Abeps (Associação Brasileira de Estudos e Prevenção do Suicídio) e outros órgãos internacionais que atuam pela causa.

Hoje, cerca de 4 mil voluntários, em mais de 120 postos, prestam serviço voluntário e gratuito 24 horas por dia, nos 365 dias do ano, aos que querem e precisam conversar sobre seus sentimentos, dores e descobertas, dificuldades e alegrias. De forma sigilosa e sem julgamentos, o voluntário do CVV busca ouvir aquele que liga com profundo respeito, aceitação, confiança e compreensão, valorizando a vida e, consequentemente, prevenindo o suicídio

Caso você seja uma pessoa com ideações suicidas, ou conheça alguém que esteja em sofrimento, sugiro que busque a sua rede de apoio (sejam familiares ou amigos); caso já tenha feito essa tentativa e sentiu que não foi acolhido como gostaria, recorra ao Centro de Valorização da Vida, que realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. Acesso o site: https://www.cvv.org.br/   Ou ligue para o número 188!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *