Copia de Copia de Copia de Copia de Sem nome 3 | Prime Secure

Planejamento financeiro mensal para iniciantes: anote seus gastos

Listamos os principais pontos a serem observados num bom planejamento financeiro. Acompanhe as dicas que vão te ajudar a se organizar — mesmo que você não entenda nada de finanças!

Dinheiro na mão é vendaval, desde que você não dê nome às vacas. 

A partir do momento que você começar a rastrear o dinheiro que entra, o dinheiro que sai e aquele que sobra — é sempre bom sobrar, já fica a dica — aquela ansiedade de final de mês pode deixar de te visitar.

Sabe aquela história de o que os olhos não vêem o coração não sente? Pois então, é exatamente isso que se passa com os gastos com aplicativos de delivery, por exemplo.

Para que as coisas fiquem mais claras, pelo menos para o seu bolso, aqui vão alguns pontos essenciais para colocar na ponta do lápis. Veja só essa lista!

Renda

  • Renda líquida (descontando os impostos)
  • Renda extra (projetos pessoais)
  • Rendimentos de investimentos

Total:

Poupança e Investimentos

  • Aposentadorias 
  • Investimentos
  • Dinheiro poupado

Total:

Despesas

Casa

  • Aluguel ou Financiamento
  • Impostos
  • Seguro Moradia
  • Manutenção de Casa
  • Utilidades (energia, internet, água, gás)

Alimentação

  • Supermercado
  • Comer fora
  • Delivery

Bem-estar e saúde

  • Plano de saúde
  • Consulta médica
  • Dentista
  • Remédios
  • Seguro de vida
  • Fitness (esportes, yoga, academia)

Transporte

  • Aluguel ou Financiamento de automóvel
  • Seguro automóvel
  • Combustível
  • Mecânico
  • Transporte público
  • Corridas por aplicativo
  • Outros (estacionamento, garagem e etc)

Pagamento de débitos

  • Fatura do cartão de crédito
  • Financiamento estudantil
  • Outros empréstimos

Gastos familiares

  • Educação
  • Empregada ou Diarista
  • Material Escolar
  • Livros

Lazer e entretenimento

  • Eletrônicos
  • Hobbies
  • Férias
  • Assinaturas
  • Outros gastos com diversão

Cuidados pessoais

  • Beleza
  • Roupas
  • Farmácia

Cuidados com pets

  • Ração e suplementos
  • Seguro pet
  • Veterinário
  • Banho e tosa 

Diversos

  • Presentes
  • Doações
  • Outros

Total líquido (Renda menos Poupanças & Despesas): 

Planejar é fazer do futuro algo seguro

Como você deve ter reparado, um dos itens de um bom planejamento financeiro é o seguro de vida. O motivo é simples: fazer com que imprevistos não impactem a sua conta bancária ou a vida da sua família. 

O seguro de vida é um excelente plano de contingência, especialmente para proteger o futuro financeiro das pessoas que você ama e dependem da sua renda, caso algo aconteça com você.

Saber que, mesmo se algo sair do seu controle, sua família ficará bem e protegida, te garante tranquilidade para aproveitar a vida. 

Despesas que o seguro de vida cobre

Se algo acontecer amanhã e você não estiver mais aqui para ajudar quem você ama e depende da sua renda, o seguro de vida fornecerá uma indenização capaz de cobrir diversos gastos mensais, extraordinários e futuros da sua família.

Essa é a principal razão para que a cobertura seja de 10 a 15 vezes a sua renda anual. Essa quantia é suficiente para não mudar o estilo de vida, muito menos os sonhos da família que você construiu.

A indenização do seguro de vida deve cobrir os seguintes gastos:

  • aluguel e financiamento;
  • faturas de cartão;
  • dívidas e empréstimos;
  • mensalidade escolar;
  • gastos mensais, como energia, água, internet;
  • despesas obituárias e funerárias.

Se você está se perguntando se você precisa mesmo de um seguro de vida, é fácil saber: pense se você tem alguém que dependa da sua renda. Se sim, a resposta então é óbvia: você precisa de um Seguro de Vida.